terça-feira, 11 de outubro de 2011

Se eu quero acabar com uma árvore, eu tenho que cortá-la pela raiz.

Se eu quero acabar com uma árvore, eu tenho que cortá-la pela raiz.

A bananeira, por exemplo, é uma árvore muito robusta e resistente, mesmo que pareça fraca. Por incrível que pareça, nem fogo nem um tufão pode matá-la. Mesmo se alguém cortar uma bananeira em mil pedaços, ela ainda pode sobreviver.

A única maneira pela qual essa árvore pode ser impedida de crescer novamente é arrancá-la por completo, desde a raiz.

Assim são com os problemas da vida, especialmente os crônicos. Se não forem resolvidos na raiz, acabarão crescendo novamente e voltando como antes.

Muitas pessoas querem resolver seus problemas, mas se resumem em lidar com as folhas e galhos deles. Esses problemas acabam voltando, e às vezes até pior.

Há três razões principais porque as pessoas normalmente não lidam com a raiz de seus problemas:

1. Não sabem encontrar a raiz;

2. Conhecem a raiz, mas não sabem como cortá-la;

3. Sabem como cortá-la, mas não estão dispostas a empregar o esforço para fazê-lo.

Ou seja, querem respostas rápidas.

Qual é o seu caso?
Leia mais em  http://www.bispomacedo.com.br/